No one…

•July 21, 2012 • Leave a Comment

No one can control you, unless you agree to it.

Stand up for what you feel it’s right. Don’t let others control and manipulate you. Speak up your mind!

That’s the message for today.
Regards,

Guerra contra a balança! Testando Lipo6 Black Hers

•July 4, 2012 • Leave a Comment

 

 

Desde que eu voltei ao Brasil, em Junho de 2011, mudei minha rotina de vida, incluindo hábitos alimentares e a prática de exercícios físicos. Com a readaptação a minha terrinha, devido a minha má alimentação, vieram uns quilinhos indesejados, os quais eu venho tentando me livrar já ha alguns meses.

Engordei quase 8 quilos desde que voltei, e obviamente, nada no meu guarda roupas me servia mais. Isso, é claro, foi motivo de baixa auto-estima, tristeza e claro, brigas com o namorado pois toda vez que íamos sair, ele ouvia a frase que já havia virado bordão:  “Não quero sair, não tenho roupa que me sirva!”

Comecei a tomar oleo de coco e cartamo, e comecei a fazer caminhada,   e pra minha surpresa, perdi 4 quilos em 1 mês, mas aí comecei a relaxar… e engordei 2 novamente.  =/

(Para saber mais sobre os benefícios do óleo de coco, clique aqui, e sobre óleo de cártamo, clique aqui.)

Então decidi começar a malhar, mas todos sabemos que os resultados não são tão rápidos como queremos (como eu quero, pelo menos ), então fui atrás de um suplemento que me ajudasse a entrar em todas minhas roupas novamente.  Depois de muito pesquisar (são tantas opções e tantas opiniões diferentes sobre diversos produtos no mercado que fica difícil decidir), interessei me pelo Lipo6 Black, e logo descobri que havia uma versão para mulheres, o Lipo 6 Black Hers, que comprei e chegou hoje!

 

Leia mais sobre o Lipo 6 Black Hers aqui.

Vou começar a tomá-lo hoje, e vou postando os resultados e efeitos colaterais (se algum) aqui.

Espero que esse “diário de guerra contra a balança” possa inspirar outras pessoas que queiram perder também uns quilinhos. =D

Um ano depois…

•June 28, 2012 • Leave a Comment

28 de Junho de 2012,

Parei um pouco pra refletir sobre esta data, e fazendo uma retrospectiva desde 28 de Junho de 2011, muitas coisas aconteceram, aliás, eu posso dizer que esse foi o período mais turbulento da minha vida até agora!

Grandes mudanças ocorreram, e hoje, olhando para trás, graças a Deus  o pior já passou e estou num lugar tranquilo…Serena, realizada e feliz! Muito feliz!  Mas não foi assim desde o princípio… Desde 28 de Junho de 2011, eu sofri com a dificuldade de readaptar-me a um novo lugar, recomeçar uma vida;  amarguei uma decepção amorosa, capotei um carro (não, não foi por causa da decepção amorosa, foi acidente mesmo!), meu pai sofreu um acidente também; passei meu aniversário numa tristeza só! Dai veio a ansiedade e a depressão, e então visitas ao psiquiatra, antidepressivos…  depois vieram os problemas de saúde do meu pai, problemas de saúde meus, e haja problemas!

Parece que quando um problema se apresenta em nossas vidas, ele traz consigo outros problemas, que acabam acontecendo todos ao mesmo tempo. Credo!

Com  tanta pressão da vida eu resolvi “chutar o balde”!    Festei muito, não tinha responsabilidade com nada e nem muito juizo,  não queria nada da vida, estava meio revoltada com a forma com que as coisas estavam acontecendo em minha vida… Abdiquei da minha vontade de estar em outro lugar… Não era a hora certa de voltar, aliás, por motivos que hoje conheço parcialmente,  a vida me queria aqui aonde estou, e o Universo conspirou veementemente para isso, para que eu não pudesse partir…

E aqui eu fiquei, enfrentando tudo que aparecia, e cheguei ao fundo do poço, até que me dei conta de que quando você chega ao fundo do poço, não há outro lugar aonde ir, a não ser começar a subir novamente, e assim foi. Passada a minha maré de problemas, as coisas começaram a se encaixar como um quebra-cabeças: era eu, saindo do fundo do poço, e emergindo de volta a superfície! Começava então uma avalanche de coisas boas, todas acontecendo ao mesmo tempo! Que maravilha!

Conheci um homem maravilhoso que hoje está ao meu lado, e que tem me ajudado muito e despertado em mim o que há de melhor!

Passei no vestibular e nesse próximo semestre eu volto a estudar. Estou trabalhando na empresa dos meus pais e dedicando-me como eu nunca fiz antes,  e isso me deixa muito  feliz!

Tive um reencontro com Deus, e devagarinho estou recuperando o meu relacionamento com Ele, passado os meus traumas do passado com relação à igreja, dentre muitas outras coisas boas que vem acontecendo, as quais me fazem compreender o motivo pelo qual eu tive que passar tudo o que passei.

Hoje eu sou muito grata por todos esses desafios que me prepararam para receber as bençãos de agora, pois todas essas lutas serviram para fazer de mim uma pessoa melhor, e ser grata por quem e o que eu tenho ao meu redor, e também a dar valor as coisas que realmente importam na vida. Sou muito grata pela minha vida, e pela vida que levo!

E quem diria que tantas coisas aconteceriam no período de um ano! Quem diria que tudo se complicaria e se resolveria dentro deste período de tempo?

É claro que outros problemas virão, assim também como muitas outras alegrias. A diferença é que quando você tem um propósito na vida, fica muito mais fácil passar por qualquer desafio.

28 de Junho de 2012, hoje faz um ano que estou de volta ao Brasil.

E a vida continua… E sou muitíssimo grata por isso!

Obrigada, obrigada. Muito obrigada!

There’s a time for every purpose under heaven…

•May 21, 2012 • Leave a Comment

A time to laugh, a time to cry.

a time to choose…

Why is it so hard making decisions in life? Why do we always have to face the uncertainty of not knowing the consequences of our choices?

Sometimes we came to a place in life where “making a choice” is our only option, and it must be done quickly,

but what if we don’t know what we really want??

Yeah… that’s how I feel today…

Everything looks cloudy now, and it has been for a while, but everything has a reason to be.

So I seat and wait, for the season of epiphanies to come.

Arrependa-se!

•February 7, 2012 • Leave a Comment

Arrependa-se:

De nao ter aproveitado aquela oportunidade,

De ter tido medo de ousar,

De ter se preocupado com o que os outros iriam falar ou pensar a seu respeito,

De nao ter acreditado em si mesmo,

De nao ter ouvido a voz do seu coracao,

De nao ter ido atras do que voce acreditava que te faria feliz, mesmo que voce quebrasse a cara depois, De nao ter amado mais,

De ter se acomodado com uma situacao ou relacionamento que te fazia infeliz,

De ter se preocupado com coisas que estavam fora de seu controle,

De nao ter vivido o presente, por estar muito ocupado fazendo planos pro futuro,

De nao ter visto o lado positivo de todas as coisas que nos acontecem, e

De pensar que algum dia Deus nao estava ao seu lado.

Nada acontece por acaso, e estamos nessa vida para aprender e progredir.

Entao, viva intensamente, seja feliz, ouse, aprenda, quebre paradigmas, evolua, permita-se; afinal, o que se leva da vida e a vida que se leva! ( Lana Bourn)

Not a happy ending…(for me) Reflections of November 15th, 2011

•December 15, 2011 • Leave a Comment

This draft was written on November 15th, 2011.

 

 

 

I’m just being a drama queen on the tittle of my post, but I know it takes courage to do what has to be done, especially when you don’t want to do it.

Everything is much easier on theory… on real life things gets more complicated, because we’re dealing with our own feelings, and if we’re not strong enough we can and will be controlled by them. I’m fighting against certain feelings I have all the time! And boy, it’s hard!!! It’s hell sometimes…

I’ve been needy for a while now… I need attention, love, care, respect and the feeling that someone will be there for me, and will have my back for whatever I need since I’ve been living the most difficult days of my life! I need support, love, passion… I need to be taken seriously in a relationship… I need to find true love… I need time to find myself so I can find true love…

True love will never fade..

I’ve experienced many frustrated relationships on my life, and I have scars all over my heart, still, I believe there’s someone somewhere waiting for me.

 

Anyways, there’s this guy who’s a great friend of mine and has been doing a lot to help me since I moved back to Brazil.  I recently had another bad experience with a relationship which I believed it would last longer…  and it didn’t.

Well, the fact that guy friend’s been doing so much for me, taking care of me, giving me attention, taking me places so I don’t stay locked in my bedroom 24/7 feeling empty and aching, has brought all of my attention to him, and I’m confused. I know I’m not ready for another relationship, and I also know that this friend of mine has no other intentions other than helping me, but hey, I’m needy! And I’m loving all this attention.

So, my point today is, even though I wanna close my eyes to reality and just give a step further towards this friend of mine, I know that friendships last forever, while romantic relationships don’t!

I’d rather have a great friend by my side than another ex-bf in my past.

I know, it’s hard to separate things sometimes… but  FOCUS!!! FOCUS!!!! that’s it!

 

Peace out!!!

 

Cold cold water… Reflections of November 6th, 2011

•December 15, 2011 • Leave a Comment

This draft was written on November 6th, 2011. I decided to post it only today because now I feel much better and I feel like I’m ready to share a little of the craziness that was going inside my mind at that time. I was diagnosed with depression and anxiety due to many stressful events in my life, and I’m not ashamed to say it. Depression is a very dangerous disease that can go unnoticed. Depression can kill. Today I’m under treatment and I feel much better.

“Cold cold water surround me now, and all I’ve got is your hand. Lord, can you hear me now, Lord, can you hear me now or am I lost?” (Damien Rice)

I never forgot this song, since the first time I’ve heard it on a movie, which I really don’t remember the name. It’s such a sad song, but also, makes me feel so close to God, and let him know how I’m feeling.

Last night I talked a lot with my ex bf, (gonna call him Tom…) Actually, We talked from midnight ’till 4 am,  just chatting. I know that even though our relationship didn’t work out, he really seems to  care about me, and he gave me a lot o advices…. I guess I still love him…  I can’t deny it…. The ties that hold our souls together are stronger than anything I’ve felt before. I know everything happens for a reason, and maybe someday I’ll be able to figure out why I feel such a strong feeling about him.  I think I will love him forever, because I feel that our love is not from this life…. we might’ve been together in other lives, but, that’s just my opinion.

A few hours earlier tonight I had a get together with some friends at my house and it was fantastic! I had lots of fun! But, when everybody goes home, I feel very lonely….

When everybody left, I grabbed a car (even though I’m not supposed to drive yet because of my accident), and drove around for like one hour…. I stopped at a convenience store, got a drink and keep on driving… listening to music, thinking about my life, and feeling blue…

I’ve never felt so lonely like I did tonight…. I need support, I need love, romantic love, I need somebody that really loves me and wants to take me seriously…. I’m 31 y/0… and if there’s one thing I know about myself is that I wasn’t born to be alone!

I still haven’t found true love….. It’s so weird how fast my emotions change… I was so happy a few hours earlier, interacting with my friends, and now here I am, playing a movie of my last episodes on my mind, and blaming myself for the bad role I’ve played in all of them….   I feel horrible tonight, not to mention that I have a horrible headache….

Well, now I’m back home, still with my headache,  I ended up taking two medicines I wasn’t supposed to( because I had alcohol) to help me relax and sleep. Oh well, I have done so many mistakes lately anyways…

I’ve thought about death a lot tonight… specially when I was driving around…. I just think that there’s nothing worth living for, and I’ve been suffering so much this year that I’ve sometimes just don’t understand what the hell can I be learning from these bad experiences…

Tonight I feel like disappearing… traveling somewhere, unnoticed… so nobody would know where I am, and I would have peace of mind….. I need some time to find myself… I’ve been living the worst days of my live so far… I feel hopeless, rejected, ignored, unnoticed… I feel like trash… and that really sucks!!!

Well, I guess that’s it for tonight.

Let’s see what tomorrow brings…

Peace out!

 
Follow

Get every new post delivered to your Inbox.